Oficina Intensiva

                     As oficinas Intensivas fazem parte do  Programa de Extensão Teatro e Comunidade, que busca fortalecer a prática teatral feita em contextos comunitários. Pode-se dizer que a linha condutora dos trabalhos deste programa de extensão tem sua fundamentação no princípio de valorizar a voz das comunidades na construção dos processos criativos. Inclui três ações relacionadas: o FOFA – Núcleo de Formação de Facilitadores – um espaço de integração entre pessoas de dentro e de fora da universidade, que investigam, experimentam, apoiam ou coordenam práticas teatrais em comunidades; trabalho experimental de teatro numa comunidade específica; e as Oficinas Intensivas, evento que existe desde 2004 integrando pessoas que tomam parte em projetos teatrais que acontecem em diferentes contextos comunitários.

        Existem duas justificativas básicas para as Oficinas Intensivas: estímulo estético aos grupos de teatro em comunidades e apoio aos alunos do curso de Teatro do CEART/UDESC enquanto espaço de experimentação do ensino de teatro.      O estímulo à prática Teatral em Comunidades é fundamental para a manutenção e o desenvolvimento dos grupos existentes. O trabalho nesses locais esbarra freqüentemente em dificuldades diversas como o piso frio, não adequado a práticas corporais e teatrais, espaços pequenos, às vezes sujos. Raramente os participantes desses projetos têm recursos como iluminação, figurino ou têm acesso a recursos como o teatro de sombras ou outras formas do teatro de animação. A oportunidade de vir ao Centro de Artes normalmente transforma a expressão dos participantes que vêm seu trabalho valorizado pelas condições oferecidas por este espaço.        De volta a seu grupo, o trabalho passa a ser feito incorporando as novas dimensões experimentadas nas Oficinas Intensivas.

As Oficinas Intensivas são também de um espaço de investigação e aprendizagem para os alunos do curso de Teatro, que observam e contribuem para a realização do evento. Para os alunos que observam as atividades, trata-se de um espaço privilegiado para entender como se dá na prática o ensino de teatro. Como uma mesma oficina se modifica conforme o grupo que dela participa. Desta forma, as oficinas permitem uma aprendizagem rápida e intensa para os estudantes de teatro, que podem testar o funcionamento de oficinas em relação à faixa etária e nível de aprofundamento dos diferentes grupos que integram as oficinas.

Outra característica destas oficinas intensivas é integrar participantes de diferentes comunidades, de forma a que um possa estimular o trabalho do outro. Seja no espaço das oficinas específicas, seja no espaço informal de intervalos para lanche e almoço.

Por fim, estas oficinas têm o papel de democratizar o espaço da universidade para grupos de comunidades, permitindo que suas produções teatrais conheçam recursos como salas amplas com piso de madeira, iluminação etc, que valorizam suas produções e representam um incentivo para o desenvolvimento de sua prática teatral.